segunda-feira, 25 de março de 2013

O Verdadeiro sentido da Páscoa


         Neste domingo os cristãos do mundo inteiro comemoram a Páscoa. 
     
Mas qual o seu significado?  Como poderemos aplicar em nossa vida e de nossa família?

Tudo começou através da oração de súplica de um povo que vivia cativo...
Vamos lembrar um pouco da história daquele que foi usado poderosamente por Deus para libertar o povo judeu da escravidão no Egito...
Ele mesmo: Moisés.
A vida deste grande homem de Deus pode ser dividida em três períodos de 40 anos. No primeiro ele descobriu seu valor, no segundo suas limitações e no terceiro a vontade de Deus. Nos primeiros 40 anos da vida de Moisés, a mãe dele o colocou em uma cesta flutuante para salvá-lo de um massacre contra os judeus. Deus tomou providencia para que o bebê fosse protegido pela filha do tirano Faraó (Ex 2. 5-6) e tivesse a própria mãe como babá  (Ex 2.7-9).
No segundo período de sua vida, Moisés surgiu como defensor de seu povo, matou um homem e fugiu para o deserto de Midiã. Lá, ele se viu na presença de Deus sob a forma de um arbusto em chamas que não se queimava (Ex 3.1-3).
Quando Deus convocou Moisés para ser um líder ele começou a gaguejar
(Ex 3.10), Moisés estava preocupado demais com sua capacidade, ao passo que Deus queria sua disponibilidade.

Deus viu a miséria do povo judeu no Egito. 
Ouviu seu grito por causa de seus opressores e prometeu libertá-los e fazê-los subir desta terra para uma terra boa e vasta que emana leite e mel. Começa, então, o ministério de Moisés.

Ele vai até Faraó. Foram várias tentativas de convencer o tirano, porém, ele não só se recusou como também tornou o trabalho escravo ainda mais pesado para os israelitas. Mesmo com uma vara transformada em serpente e a água do Nilo em sangue, com milhares de rãs sobre o Egito, com a chuva de pedras e as trevas, o obstinado coração de Faraó permaneceu intacto.

Houve então o anúncio por parte de Deus da morte dos primogênitos .
Moisés disse: "Assim diz Iahweh: 'À meia-noite passarei pelo meio do Egito. E todo o primogênito morrerá na terra do Egito, desde o primogênito de Faraó, que deveria sentar-se em seu trono, até o primogênito do gado. Haverá então na terra do Egito um grande clamor como nunca houve antes nem haverá jamais. Mas, entre todos os israelitas, desde os homens até os animais, não se ouvirá ganir um cão, para que saibas que Iahweh fez distinção entre Egito e Israel. Então todos os teus servos descerão a mim e se inclinarão diante de mim dizendo: Sai tu e todo o povo que te segue. Depois disso sairei. E saiu da presença de Faraó.'" Ex 12 :12.

Como Deus iria salvar e proteger seu povo?
Ex 12:23 nos relata que para poupar os israelitas da morte, em cada casa um cordeiro sem defeito teve que ser sacrificado, e seu sangue aspergido nos umbrais das portas.

O que isto significava?
Que ao matarem o cordeiro, os israelitas estariam derramando sangue inocente, e o animal sacrificado serviria de substituto do primogênito que seria morto naquela casa. Deste ponto em diante o povo hebreu entenderia que para ser poupado da morte, uma vida inocente deveria ser sacrificada em seu lugar.

Neste sentido, a celebração anual da Páscoa destinava-se a lembrar a noite em que o Senhor protegeu e libertou os israelitas. 

Tal acontecimento seria sombra de uma realidade que haveria de vir.Tudo que ocorreu no Antigo Testamento criou uma legalidade para o Novo Testamento. No Êxodo 12, quando o cordeiro fora sacrificado para a Páscoa, Deus já avisava que o sangue do verdadeiro Cordeiro, o sangue de Jesus, seria derramado.
A REALIDADE É JESUS CRISTO DE NAZARÉ.
Jesus é este Cordeiro.
 Nossa redenção se dá através de sua morte.
O sangue que Jesus derramou na cruz do calvário nos perdoa de nossos pecados, nos dá direito a vida eterna, direito de viver em paz,direito de viver em vitória, de ser cabeça e não cauda. Somos libertos pelo Senhor para ter o controle da nossa vida debaixo do comando do Espírito Santo e andarmos em vitória (I Co 15:57). 
Foi por isso que fomos criados. Essa é nossa herança. 
A Santa Ceia simboliza hoje nossa Páscoa. E a festa da lembrança que Cristo morreu por nós.
É feita em memória Dele. Deus instituiu algo novo e nos recomenda que realizemos esta celebração até Ele venha (I Co 11:26).

Mas como podemos colocar em prática em nossas vidas o sacrifício de Jesus? Como devemos participar da Páscoa não só no Domingo, mas em toda a nossa vida?
O primeiro passo é aceitar por meio da fé Jesus como seu ÚNICO E SUFICIENTE SALVADOR e começar a ter um relacionamento pessoal com Ele.
Convide Jesus para morar em seu coração e deixe que Ele exerça o senhorio em sua vida, pois em Romanos 10. 8-10 diz : " Porém que se diz? A  palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração; isto é, a palavra da fé que pregamos, Se , com sua boca e no teu coração confessares Jesus como seu Senhor, serás salvo. Porque com o coração se crê para a justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação ".

Se você nunca confessou a Jesus como seu Senhor e Salvador pessoal, todas essas promessas não são para você, pois é necessário se render a Jesus e acreditar em Seu sacrifício e ressurreição. 

Se você deseja receber a Jesus em seu coração e ativar o poder do Seu sangue, faça essa oração de confissão:
  "Senhor Jesus, venho em Sua presença para te pedir perdão, eu creio que Você morreu por mim e ressuscitou, e agora eu Te aceito como meu Senhor, meu Deus e Salvador, vem Jesus e faz morada em meu coração, escreve meu nome no livro da vida, e faça de mim uma nova pessoa, renova a minha mente e exerça senhorio em minha vida, e eu seguirei somente a Ti".
                                                                       Em Nome de Jesus, Amém

Parabéns! Se você fez esta oração, deu um grande passo em sua vida.
O Espírito Santo habita em você.
Caminhar com Jesus é viver em liberdade. É ter a certeza de que não estamos só. É saber que temos um amigo fiel que nos guiará, protegerá e consolará em todos os momentos da vida. O diabo vê Jesus em nós e não pode nos tocar sem que haja a permissão de Deus.

Livre-se do que te apoiava no mundo (dinheiro, posição, vícios,  falsas doutrinas) e tenha como apoio a Palavra de Deus. 
A Bíblia Sagrada.
Obedecer e praticar os ensinamentos de Jesus nos torna cada dia mais parecidos com Ele.

O tempo é hoje.
É tempo de buscar a face de Deus. De se arrepender dos maus caminhos Pra quê esperar?
Amanhã? Esse dia pode nunca chegar...


    " A salvação não é tanto uma questão de fazer as coisas,
 e sim de agradecer por aquilo que Deus fez por Nós".

Richard Lovelace, teólogo.



                                                                                                                                
Uma Páscoa repleta da Presença de Deus para você e toda sua família.

Andréa Moraes.



11 comentários:

Priscila disse...

Lindo texto, que Deus te use e inspire sempre mais.. bjs

Rozenio disse...

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu, até sua ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.

Josebias Onorato disse...

Graça e Paz Andrea!

Parabéns pelo texto escorreito e de uma reflexão profunda e atualizada.
A Páscoa é realmente um momento de comemorarmos o período de libertação eterna. Somente os salvos em Cristo consegue canalizar a alegria contida nessa memória. Uma das mais sublimes promessas proferidas pelo Senhor Jesus fora verbalizada em meio à Pascoa, "desde agora, não beberei deste fruto da vide até àquele Dia em que o beba de novo convosco no Reino de meu Pai", Aleluia!!!
Sempre em Cristo,
Dc Josebias.

Andrea Moraes disse...

Glória a Deus!
Que nós possamos ter um momento de reflexão e agradecermos a Deus pela libertação e proteção..
Agradeço a visita.
Paz

Marcio Mendes disse...

Paz, quanto tempo! Pra mim a páscoa é o CRISTO ressurreto que vive e reina para sempre! AMÉM!

Anselmo Estevan disse...

ESSE É O GRANDE GIGANTE E PROBLEMÁTICO...!!! A CÓPIA! POR QUE? POR A DATA ESTAR ERRADA! A COMEMORAÇÃO SER ERRADA.... ETC.

Páscoa
A principal festa judaica, celebrada no dia 14 de Nisã (último dia antes da lua cheia, que segue ao começo da primavera no hemisfério Norte). Nela, se comemora a saída dos israelitas do Egito (cf. Êx 12.1-28). No tempo de Jesus, todos os judeus deviam ir a Jerusalém para essa festa. Matavam-se cordeiros ou cabritos no Templo e levavam-nos às casas para comê-los numa ceia especial, pelas famílias. Durante essa ceia, além do cordeiro, do pão sem fermento, de ervas amargas e um molho de hissopo, tomava-se vinho e se recitavam alguns Salmos e orações. Durante sete dias, a partir desse dia, comia-se pão sem fermento.
[AT]
Êx 12.1-28 (v. 11*),43-49; 13.3-10; Dt 16.1-8; Js 5.10; 2Rs 23.21-23; 2Cr 35.1-19; Ed 6.19-20.
[NT]
(a). Celebrada por Jesus:
– Aos doze anos Lc 2.41-52.
– Páscoas anteriores à da sua morte Jo 2.13*-23; 6.4.
– Páscoa da paixão Mt 26.2*,17-30; Mc 14.1,12-31; Lc 22.1,7-38; Jo 11.55*; 12.1; 13.1; 18.28; 19.14.
(b). Outra At 12.4.
(c). Páscoa cristã 1Co 5.7-8.

Sociedade Bíblica do Brasil: Bíblia De Estudo Almeida Revista E Atualizada. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005

PÁSCOA
Festa em que os israelitas comemoram a libertação dos seus antepassados da escravidão no Egito (Êx 12.1-20; Mc 14.12). Cai no dia 14 de NISÃ (mais ou menos 1 de abril). Em hebraico o nome dessa festa é Pessach. A FESTA DOS PÃES ASMOS era um prolongamento da Páscoa (Dt 16.1-8).

Kaschel, Werner ; Zimmer, Rudi: Dicionário Da Bíblia De Almeida 2ª Ed. Sociedade Bíblica do Brasil, 1999; 2005

NÃO TEMOS A DATA DE NASCIMENTO DO FILHO!!! COMO O COMEMORAR? E ESSE TERMO É PULAR OU PASSAR A MARCA DO SANGUE NOS BATENTES POIS ONDE NÃO HAVIA ESSA MARCA A MORTE DO PRIMOGÊNITO ERA FATAL....EU PRA FALAR A VERDADE NÃO ME FIXO MUITO NISSO.....!!!

Methodist news disse...

O Símbolo da páscoa no judaísmo foi uma experiência transitória que apontava para Cristo, antes uma sombra agora uma realidade, todo dia é dia de páscoa quando Ele não leva em conta nossos pecados, mas nos perdoa em Cristo. Assim devemos também ser uma "páscoa" para o nosso próximo

Ezequiel Domingues dos Santos disse...

Belíssimo texto.
Deus abençoe
Ezequiel Domingues dos Santos

Maah disse...

Com certeza!
Algumas pessoas restringem-se a apenas pensar em Jesus nessa época, mas não querem estar na Presença dEle nos demais dias do ano. É uma pena,por que não existe lugar melhor para estar do que aos pés do Salvador. = )

Andrea Moraes disse...

Concordo Maah..o melhor lugar para se estar é na doce e preciosa Presença de Jesus...

minhas verdades disse...

A Paz do Senhor amada,
bela mensagem! Que o Senhor te abençoe. Parabéns pelo blog.


http://expressando-minhasverdades.blogspot.com.br/